×
DESTINOS NACIONAIS DESTINOS INTERNACIONAIS CITY BREAK TURISMO E MERCADO FEIRAS EVENTOS HOTELARIA GASTRONOMIA DICAS NEWS BY PR NEWSWIRE ÚLTIMAS NOTÍCIAS PARCEIROS SERVIÇOS QUEM SOMOS - EQUIPE CONTATO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

TURISMO-SA - Angela Karam e Camila Karam
DICAS

Metaversø valoriza artistas paulistanos que criaram obras inéditas para o edifício símbolo da cidade







Camila Karam Por: Camila Karam

Desde o último dia 11 o 22° e 23° andares do icônico prédio do Farol Santander, recebem a exposição de arte imersiva, com curadoria de Antonio Curti,  “Metaversø”.

Luzes de led, lasers, projeções, trilha sonoras e até a própria vista de uma das janelas do prédio foram usadas nas 5 instalações inéditas, desenvolvidas  por artistas e coletivos paulistanos, especialmente para ocupar esse espaço, atual conceito de “Site Specific”.

O objetivo da exposição é a criação de um Metaversø: espaço onde o mundo virtual transforma-se em uma metáfora do mundo real através das técnicas utilizadas.

Os grupos Sala 28 e AYA Studio expõem pela primeira vez seus trabalhos em uma mostra de arte, ao lado do coletivo Bijari, que foi criado há mais de 20 anos em São Paulo, e do coletivo Bloco ainda estão presentes os artistas  VIGAS e Wesley Lee.

Desde a inauguração do Farol Santander, o 22º e o 23º andares, contam com uma área de 330m² e recebem exposições de arte imersiva. Metaversø é a quinta mostra apresentada ao público, e permanecerá aberta até o dia 15 de setembro.

Além desta exposição há diversas outras atrações nos andares do edifício, além do recém inaugurado Bar do Cofre e o Café do Farol que tem uma belíssima vista da nossa querida megalópole.


Metaversø - obras

Horizonte Utópico, por Bijari




Criada pelo coletivo formado por um time de designers, artistas visuais e arquitetos, Horizonte Utópico é uma experiência imersiva de uma realidade alternativa em que a cidade é habitada por plantas e os humanos vagueiam como gigantes à deriva em vias sem automóveis.


Reta-Curva, por Sala 28



A obra de criação do estúdio formado por Junior Costa Carvalho e Rodrigo Machado, de São Paulo, trabalha as concepções de história, tempo e espaço estão constantemente sendo desafiadas. Com a utilização dos meios de luz e movimento, "Reta-Curva" propõe uma instalação que dialoga sobre esse processo, e como a relação entre espaço e tempo é capaz de acomodar e consolidar formas aparentemente nebulosas de maneira transparente.


Aparato 10¹º, por VIGAS



Do artista multimídia brasileiro Leandro Mendes – VIGAS, Aparato 10¹º foi baseado em predições da existência de universos além do que conhecemos, o artista propõe uma experiência imersiva, questionando nossa percepção de mundo e as limitações visuais que nos impedem de transgredir as barreiras do universo observável.


Mementos, por Aya Studio x Bloco



O Aya Studio é uma organização que dedica-se à criação de instalações artísticas audiovisuais que destacam o diálogo entre o mundo digital e o mundo real por meio de experiências imersivas. Matheus Leston, Bloco, costuma aliar tecnologia e arte em projetos para marcas, eventos, instituições e artistas.

A dupla propõe uma experiência que estimula a união entre o físico e o digital na sociedade contemporânea. O que os olhos não conseguem ver se torna evidência dessa conexão, trazendo à tona a dependência de ambos os contextos na construção do futuro da civilização. O real e o digital, aparentemente extremos distantes, mostram-se, na verdade, um equilíbrio necessário.


Interlúdio, por Aya Studio x Wesley Lee



Aya Studio é uma organização que dedica-se à criação de instalações artísticas audiovisuais que destacam o diálogo entre o mundo digital e o mundo real por meio de experiências imersivas. Já Wesley Lee é um artista paulistano e designer baseado na Áustria com  obras já expostas em festivais como Ars Electronica (Austria) e TADAEX (Irã).

Com o avanço exponencial da tecnologia, questionamentos surgem sobre o papel do ser humano e as novas soluções. A obra vai ao encontro desse pensamento, trazendo a importância da humanidade para a evolução e a necessidade de olhar para a matéria-prima que a produz. Máquinas não existiriam sem o ser humano, e os artistas propõem um momento para este questionamento ser evidenciado. Toda tecnologia necessita de uma mente e uma alma pulsando.

Serviço:

Exposição “Metaversø”

Farol Santander - Rua João Brícola, 24 - Centro
De 11 de junho a 15 de setembro - 09h às 20h (terça a domingo)
Ingressos: R$ 20 (visitação completa ao Farol Santander)

www.farolsantander.com.br

Fotos: Monica Quinta


Postado por
- 09:09 às

Tópicos: Dicas - São Paulo - Museu - Experiências



Leia mais sobre Dicas

LEIA TAMBÉM: