TURISMO-SA - Angela Karam
City Break Facebook Instagram Twitter Youtube
EVENTOS

A Cidade Maravilhosa por outros ângulos



RIO - Foto: Rafael Duarte
Morro da Urca e Zona Sul fotografados co cume do Morro do Pão de Açúcar | Rafael Duarte

Desafiar os olhares mais aguçados e revelar ângulos inusitados. RIO, novo livro do premiado fotógrafo carioca Rafael Duarte, revela uma outra cidade do Rio de Janeiro. Somando o poder da fotografia, que permite alcançar lugares sonhados pela imaginação humana, e oito anos de dedicação, o fotógrafo traz uma série de imagens que revelam novos olhares sobre paisagens já conhecidas. O livro, que tem prefácio assinado por Sergio Surgi, um dos principais especialistas na obra do fotógrafo Marc Ferrez, traduz um manifesto de amor à essência da cidade.

Como admirador do lugar onde nasceu e cresceu, Rafael sempre procurou estabelecer um olhar generoso para a capital fluminense com sua expressão artística. Inspirado nos mestres Ansel Adams, Sebastião Salgado e Marc Ferrez, e movido pela curiosidade e ímpeto de encontrar a essência geográfica do Rio, o fotógrafo explorou a cidade em busca de ângulos únicos, improváveis e de perspectivas incomuns para criar essa série artística, investigativa e documental. O objetivo foi revelar a delicadeza e a força que estão na sinergia entre o natural e o urbano, resultado dessa longa imersão sobre o território carioca.

RIO - Foto: Rafael Duarte
Capa do livro Rio | Rafael Duarte

A obra, de 200 páginas com fotografias em preto e branco e editada pela Editora Bambalaio, é um convite para que o leitor faça uma viagem pelo Rio ao longo dos quatro capítulos que representam recortes das regiões da cidade. O percurso segue a lógica do descobrimento e da ocupação urbana. Começa pela baía de Guanabara e as silhuetas das montanhas vistas de Niterói, entra pelo Centro antigo, passa pela Zona Norte e cruza a Floresta da Tijuca até chegar à Zona Sul e, por fim, desbrava os recantos mais inóspitos da Zona Oeste situados no Parque Estadual da Pedra Branca.

"O desafio foi documentar nos cenários atuais o encontro entre o presente e o passado, com elementos que remetem à história do desenvolvimento da cidade. O resultado foi um livro delicadamente editado, que traça um mapa fotográfico do Rio de Janeiro", comenta o autor.

Para desbravar esses cenários com florestas, montanhas, edificações e monumentos, e buscar justamente a imagem que poucos conseguem ver, o primeiro passo foi não chegar ou admirar o local no mesmo ângulo da população. Para isso, os meios de transporte foram, na maioria das vezes, alternativos - asa delta, bondinho de carga, remo, avião monomotor e bicicleta, por exemplo.

O ato de encontrar o enquadramento da foto foi o despertar para esta aventura e o motor do processo criativo, que Rafael compartilha em forma de narrativa com imagens. Essa nova "apresentação" da cidade e seus entornos serve como inspiração enquanto instiga o anseio de descobrir "de onde a foto foi feita?". Essa viagem fica ainda mais completa com conteúdo em vídeo – acessado via QR Codes impressos nas páginas do livro -, que desvendam os bastidores da criação e contam algumas histórias por trás das fotos.

Em busca dos cenários mais inusitados, Rafael explorou na totalidade as Zonas Norte e Sul, Oeste, Centro, Baía de Guanabara e Niterói. Caminhou pelos 180km da Trilha Transcarioca - cruzando seis parques naturais, subiu montanhas, pedalou por estradas, voou de asa delta e avião monomotor, navegou de veleiro, escuna, remo e catamarã, acessou telhados e terraços de construções diversas. Teve acesso especial a monumentos emblemáticos da cidade, como os braços, ombros e cabeça do Cristo Redentor, a cesta de manutenção sobre o Bondinho Pão de Açúcar, a passarela dos holofotes do Maracanã e a claraboia da Catedral Metropolitana. Tudo para captar o seu olhar do Rio de Janeiro - sem uso de helicóptero ou drone. Somente ali, admirando.

RIO - Foto: Rafael Duarte
Amanhecer fotografado da Vista Chinesa | Rafael Duarte

"Esse duradouro e intenso processo me ensinou o poder transformador da imersão em um projeto fotográfico, a importância de uma dedicação a longo prazo e a maturidade que o tempo traz às questões conceituais de uma obra. E, no lado pessoal, a oportunidade de renovar a minha conexão com a cidade em um espaço a ser redescoberto pelo nosso desejo, iniciativa e olhar. Sinto que a fotografia foi o salvo-conduto para eu explorar o meu lugar de origem nessa jornada épica", analisa Rafael sobre o resultado do trabalho.

A decisão de ter todas as fotos em preto e branco busca atenuar as linhas que delimitam a beleza e o caos, o novo e o velho, o rico e o pobre. A ausência de cor traz o foco para o essencial, levando a uma proposta de reflexão sobre o contexto atual da cidade. Tudo para resgatar o lado mais cru e inspirador do Rio: sua inesgotável vocação natural em meio ao crescimento desordenado.

O projeto foi realizado pela editora e produtora Bambalaio com o patrocínio da Mark Building, Multiterminais e JLT, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

Serviço:

RIO Pop-Up Expo

Cinza Galeria - Fashion Mall
A partir de 28 de março
Entrada gratuita

rafaelduartephotography.com

Fotos: Rafael Duarte

Postado por Camila Karam - 07:41 às 12/03/2019

Tópicos: Rio de Janeiro - Fotografia - Editora - Paisagem



Leia mais sobre Eventos