TURISMO-SA - Angela Karam
City Break Facebook Instagram Twitter Youtube
HOTELARIA

Hotel modernista inspirado na Escola Bauhaus passa por processo de retrofit



Bristol Metropolitan Flat
A primeira unidade da Rede Bristol fica localizada em Curitiba (PR)

Técnica é conhecida por não apenas reformar, mas também customizar e melhorar o conforto e a aparência de edifícios com história, como o Bristol Metropolitan, inaugurado em 1991

Fortemente influenciado pela Arquitetura Moderna, o primeiro hotel da Rede Bristol fica localizado no coração de Curitiba (PR) e tem 27 anos de história. Com projeto inspirado na Escola Bauhaus, uma das correntes mais importantes do movimento modernista, a construção recentemente passou pelo processo de retrofit, técnica originária da Europa que além de permitir a preservação do patrimônio histórico, traz mais conforto e funcionalidade à construção. Ademais do enriquecimento visual, o retrofit realizado no hotel garante mais facilidade para os hóspedes durante sua estadia.

Bristol Metropolitan Flat
O retrofit permite a preservação do patrimônio histórico e traz mais conforto e funcionalidade à construção

História do Hotel

Influenciado pela Bauhaus - escola de design, arquitetura e artes plásticas da Alemanha, precursora do design produzido em grande escala - o hotel tem a fachada de aço e vidro, inspirada no estilo do arquiteto modernista alemão Ludwig Mies Van der Rohe. Seu exterior inclusive remete ao edifício Seagram que é um símbolo da arquitetura do mundo moderno e está localizado em Nova Iorque.

Outra familiaridade com forma de projetar do alemão, autor da frase "menos é mais", foi usar apenas metade da área do terreno para construir a edificação, criando espaços abertos e amplitude. Um exemplo é a galeria do edifício que liga a Rua Emiliano Perneta à Praça Rui Barbosa, integrando o Bristol ao projeto urbano de Curitiba na época.

Bristol Metropolitan Flat
O vermelho voltou a ser uma cor de destaque dos 59 apartamentos do hotel

Bristol Metropolitan Flat
Em cima das cabeceiras das camas foram colocadas frases de compositores brasileiros

Reformulação do hotel

O vermelho voltou a ser uma cor de destaque dos 59 apartamentos do hotel, como era na inauguração, remetendo ao pintor holandês Piet Mondrian que usava as cores primárias nas suas obras. Todas as camas, guarda-roupas, enxovais, e cortinas foram renovados. "Em cima das cabeceiras das camas colocamos frases de compositores brasileiros como Chico Buarque e Lulu Santos para enriquecer o aspecto cultural do hotel", explica o supervisor operacional da unidade Lucas Becker. Também foram incluídos sofás-camas com almofadas vermelhas e estofado cinza.

Saiba mais: www.bristolhoteis.com.br

Fotos: Divulgação

Postado por Angela Karam - 15:56 às 21/11/2018

Tópicos: Curitiba - Empreendimento - Retrofit - Arquitetura



Leia mais sobre Hotelaria