Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A

Holanda: centenário do aeroporto de Schiphol, maratonas e diversas exposições



Holanda: centenário do aeroporto de Schiphol, maratonas e diversas exposições

A programação na Holanda está extensa! No calendário, celebrações dos 100 anos do Aeroporto de Schiphol, maratonas de Haia e Roterdã e inúmeras mostras em museus espalhados pelo país. Confira o que vem por aí:

Aeroporto de Schiphol comemora 100 anos: 2016 é um ano especial para Schiphol e para todas as pessoas que o tornaram o aeroporto que ele é hoje. O aeroporto celebra seu 100º aniversário, mas qual é a sua história?

1916: nesse ano, pequenas estruturas de madeira colocadas em um trecho de terra enlameado em Haarlemmermeer se tornou o primeiro aeroporto da Holanda. Schiphol foi construído por pioneiros com coragem e visão, que acreditavam na mudança e no progresso;
Atualmente, Schiphol é a porta de entrada de 55 milhões de passageiros por ano, além de 1,6 milhões de toneladas de carga e onde 65 mil pessoas ganham a vida. Um aeroporto que inova constantemente, se sobressai e tem como objetivo ser um dos mais sustentáveis do mundo;

Passageiros, executivos e ideias chegam ao país por Schiphol ou se dirigem ao mundo a partir dali. É o que eles chamam de “conectar para competir e conectar para completar”. Passando por lá, você pode conhecer outros cidadãos do mundo, ter experiências inesquecíveis e explorar novos rumos;

Este ano o aeroporto celebra 100 anos de fundação e quer compartilhar com viajantes, parceiros e funcionários os momentos memoráveis de sua trajetória. Para isso, planejou uma programação especial durante todo o ano de 2016. Confira os destaques aqui

Meia Maratona de Haia: no dia 6 de março, atletas de elite e corredores amadores se reunirão em Haia para mais uma edição da Meia Maratona da cidade. Mais de 26 mil participantes correm em diferentes categorias, de percursos de um quilômetro para crianças até a meia maratona para atletas mundiais. O percurso começa no centro de Haia, segue até o calçadão da praia de Scheveningen e volta ao centro. A atmosfera é vibrante e acolhedora, com muitas pessoas assistindo e apresentações musicais pelo percurso. Mais detalhes nos links:www.holland.com/br/turismo/transporte/eventos/marco/meia-maratona-de-haia.htm e www.nncpcloopdenhaag.com/

Maratona de Roterdã: em 10 de abril, ocorre a Maratona de Roterdã, o maior evento de corrida da Holanda. Todos os anos são cerca de 20 mil atletas, incluindo brasileiros, que completam a prova. Em todo o trajeto 900 mil espectadores transformam o evento em uma grande festa. Veja mais informações no site oficial.

Programação especial nos Museus


Catwalk: até o dia 15 de maio, o Rijksmuseum, em Asmterdã, vai hospedar essa exposição dedicada aos destaques da moda, de 1625 a 1960. Organizada pelo renomado fotografo holandês Erwin Olaf, serão exibidos desde vibrantes vestidos de seda franceses e luxuosos ternos de veludos do século 18 até alta-costura de Dior e Yves-Saint-Laurent do século 20. Confirma mais no link



Girl in Kimono: também no Museu Nacional, o Rijksmuseum, a coleção exibe pela primeira vez a série completa de 14 versões da série Girl in Kimono de George Hendrik Breitner, além de desenhos e fotos feitas pelo artista durante a preparação. A exposição vai até o dia 22 de maio.

Easy Virtue: no Van Gogh Museum a mostra apresenta a prostituição na arte francesa de 1850 a 1910, considerada pelos artistas um aspecto da vida moderna em Paris. Os visitantes podem admirar mais de 100 obras de artistas como Degas, Tououse-Latrec, Van Gogh e Picasso, além de objetos inusitados como uma cama extravagante do século 19.




Naked Truth de Rembrandt: até 16 de maio, a Casa de Rembrandt, em Amsterdã, é cenário da exposição sobre o desenho de modelos nus durante a Golden Age. É a primeira vez que uma exposição foca na maneira descompromissada, real e sem se conformar com padrões de beleza que o pintor holandês desenhava nus. Mais de 50 obras foram coletadas pelo mundo para a exposição. Mais informações aqui

Amy Winehouse, um retrato de família: Fugindo do hype, a exposição no Jewish Historical Museum mostra a paixão de Amy por música e moda, a história de sua família judia, sua época na escola e sua relação com Camden Town, bairro londrino onde ela viveu por muitos anos. A família permitiu acesso a muitos de seus objetos pessoais e juntamente com histórias contadas por seu irmão Alex, curador da exposição, deixam a experiência ainda mais íntima. Leia mais

Fonte: Assessoria de Imprensa

Postado por Angela Karam - 01/03/2016 às 10:05




Leia mais sobre Destinos Internacionais - Página inicial

Siga-nos no Facebook
www.facebook.com/Turismo-SA
Siga-nos no Instagram
www.instagram.com/turismo.sa