Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A

Kings Days: 10 curiosidades sobre o Dia do Rei na Holanda



10 curiosidades sobre o Dia do Rei na Holanda
Saiba mais sobre uma das maiores celebrações de rua do mundo

O Dia do Rei é comemorado no dia 27 de abril. Neste período, a Holanda recebe cerca de um milhão de pessoas vestidas de laranja espalhadas pelas ruas e canais em uma das maiores festas a céu aberto do mundo. Qualquer outra monarquia do universo deve sentir ciúmes pela maneira que Amsterdã e outras cidades holandesas celebram sua família real. Conheça alguns fatos curiosos sobre a celebração:


1 - O Dia do Rei é o aniversário da monarquia holandesa: Seria essa a maior festa de aniversário do mundo? Possivelmente. O Dia do Rei marca o aniversário do rei Willem-Alexander, primeiro soberano do sexo masculino em 123 anos, no dia 27 de abril, e os holandeses tiram o dia de folga para celebrar. E se a data cai em um domingo, como aconteceu em 2014, a celebração acontece um dia antes, no sábado.

2 - Costumava ser chamado de Dia da Rainha: Antes de Willem-Alexander assumir o trono em 2013, o Dia do Rei era chamado de Dia da Rainha (Koninginnedag), e acontecia no dia 30 de abril em homenagem à antiga rainha Beatriz. Na verdade, seu aniversário não era nessa data, e sim o de sua mãe. Para a alegria dos seus súditos, Beatrix decidiu manter o Dia da Rainha no dia 30 de abril porque seu aniversário real cai no dia 31 de janeiro, no auge do inverno holandês. A primeira celebração do tipo aconteceu em 1885, no dia 31 de agosto, em homenagem à rainha Wilhelmina.


3 - Todos se vestem de laranja: o uso da cor laranja é uma forma de demonstrar orgulho da família real holandesa, os Orange-Nassau. Se você não se vestir dos pés à cabeça de laranja, você não está fazendo do jeito certo. Perucas e pinturas no rosto também valem – quanto mais excêntrico, melhor. Sim, você vai parecer uma pessoa louca - igual a todos os outros.

4 - Você pode comer como um rei o dia inteiro: Muita festa abre o apetite, mas isso não é um problema porque deliciosas opções de comida podem ser encontradas em cada esquina, com centenas de barracas enfileiradas nas ruas e praças. Para os fanáticos por doces, não dá para passar o Dia do Rei sem experimentar o tompouce, massa folhada doce com creme decorada com uma casca laranja, item especial para a comemoração. A venda do doce no Dia do Rei é 600% maior do que em qualquer outro dia do ano.

5 - A festa começa um dia antes, na Noite do Rei: Se é difícil esperar o Dia do Rei, por que não começar a festa na véspera, na Noite do Rei? As melhores baladas e pubs de Amsterdã dão as boas-vindas a uma legião de foliões empolgados para as festas especiais. Alguns continuam festejando até o próximo dia, enquanto outros fazem uma parada em casa para recuperar as energias.


6 - Respire fundo e siga o fluxo:Amsterdã fica lotada durante o Dia do Rei. Na verdade, o número de pessoas na cidade é duas vezes maior do que a sua população. Onde elas ficam? Por todos os lugares. Todas as ruas, canais, varandas e terraços são tomados pelos foliões, então nem tentem chegar a qualquer lugar com pressa.

7- Amsterdã se torna um grande mercado de rua: Lixo para uns, luxo para outros, o Dia do Rei é certamente uma boa oportunidade para uma boa caça ao tesouro. Um mercado de pulgas em toda a cidade (vrijmarkt) aparece ao longo de cada rua e espaço público, com os habitantes locais e visitantes de todas as idades cuidando de barracas e se transformando em comerciantes por um dia. Todo mundo tem permissão para vender ou trocar seus itens indesejados e você sempre vai encontrar muitas pechinchas e bugigangas interessantes. O Vondelpark é dominado pelas crianças, que expõe em suas bancas brinquedos e livros para venda.

8- Não é só Amsterdã que fica em festa: Outras ótimas cidades para celebrar o Dia do Rei são Utreque, Eindhoven, Haia, Roterdã, Breda, Zwolle, Arnhem e Groningen.


9- Você pode visitar museus mesmo no Dia do Rei: Enquanto a maioria das atrações fecham no Dia do Rei, alguns museus - incluindo Van Gogh, RIjksmuseum e Anne Frank’s house, continuam abertos para aqueles que querem absorver cultura ou simplesmente dar um tempo da multidão.

10- Comemorações fora da Holanda: A festa também acontece em Curaçao, Aruba e Saint Maarten, países autônomos constituintes do Reino dos Países Baixos.



Mais informações em: http://goo.gl/FiWEjC

Fonte: Assessoria de Imprensa

Postado por Angela Karam - 08/04/2016 às 08:16




Leia mais sobre Destinos Internacionais - Página inicial

Siga-nos no Facebook
www.facebook.com/Turismo-SA
Siga-nos no Instagram
www.instagram.com/turismo.sa