Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A

É oficial! Unesco reconhece cerveja belga como Patrimônio Imaterial da Humanidade





Unesco reconhece cerveja belga como Patrimônio Imaterial da Humanidade

Tradicional cultura cervejeira proporciona experiências únicas em toda a região de Flandres

É oficial! A tradição cervejeira na Bélgica é um elemento inerente à cultura do país há séculos, mas agora a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) reconheceu formalmente a importância da bebida, não apenas para a Bélgica, mas também para o mundo. A Organização incluiu nesta quarta-feira (30) a cerveja belga na seleta lista de Patrimônios Imateriais da Humanidade.

A cultura cervejeira na Bélgica se consolidou desde o período da Idade Média. Enquanto o vinho era a principal bebida do sul da Europa, o clima da região de Flandres (norte da Bélgica) era mais apropriado para a produção da cerveja, que se tornou uma arte a partir da figura dos monges e da importância das abadias para a produção de conhecimentos e culturas agrícolas.

Desde aquela época, a bebida passou por diversas transformações e regulamentações que ajudaram a aprimorar, diversificar e difundir a cultura cervejeira. Hoje, a indústria da cerveja na Bélgica conta com algumas das marcas mais conhecidas e populares do mundo, assim como as cervejas trapistas - que têm se tornado cada vez mais exclusivas devido à quantidade limitada que os monastérios podem produzir - e as cervejas especiais de cervejarias locais e familiares. As cervejas especiais têm se popularizado desde o início do século, com uma tendência que começou com as cervejas lambic, cervejas de fermentação espontânea tradicionais da Bélgica, mas que também passou a incluir as cervejas red-brown (vermelha/marrom), cervejas marrons e cervejas douradas fortes e bem lupuladas.

Com uma tradição centenária, mais de 1,5 mil tipos de cervejas e uma paixão e criatividade que são únicas dos cervejeiros belgas, não é à toa que a bebida pode ser considerada uma verdadeira experiência cultural.

A cultura cervejeira pode ser vivida de diversas maneiras em Flandres. Confira abaixo algumas possibilidades.



Cervejarias: A região conta com aproximadamente 100 cervejarias, muitas delas podem ser visitadas pelo público e oferecem tours guiados, que incluem degustação e muitas vezes harmonização com tipos de comidas. É possível visitar desde fábricas de marcas populares – como Stella Artois (Leuven) e Delirium (Melle, próxima a Ghent) – e cervejarias familiares e tradicionais – como De Halve Maan (Bruges) e De Koninck (Antuérpia) –, além das cervejarias trapistas – como Westmalle (Antuérpia) e Westvleteren (Vleteren, oeste de Flandres).

Museus: Existem diversos museus em Flandres para descobrir mais sobre a história da bebida. Em Leuven, é possível conhecer a história das cervejas lambic no Visitor Center ‘De Lambiek’. Já em Bruges, o Bruges Beer Museum proporciona uma viagem por todos os aspectos da bebida. Em Bruxelas, os amantes da cerveja podem se deliciar no Brewery Museum e no Brussels Gueuze Museum, localizado na fábrica da Cantillon.

Tours: Além das visitas guiadas nas cervejarias e museus, há diversos tours oferecidos em inglês para quem quer se aprofundar mais no assunto de uma maneira ainda mais interativa. Os tours podem ser realizados a pé, de ônibus, bicicleta, etc., e podem incluir visitas a pubs locais, cervejarias e restaurantes.



Festivais: Uma região tão rica em festivais como Flandres, casa do Tomorrowland, não poderia deixar de lado os festivais dedicados à bebida que é a paixão nacional. O Belgian Beer Weekend, que ocorre em setembro em Bruxelas, recebe anualmente 75 mil visitantes ao longo do fim de semana. Outros festivais incluem a experiência culinária, como o Great Belgian Beer Dinner, em Leuven, que costuma anteceder o Leuven Beer Weekend e Zythos BierFestival, realizados em abril na cidade.

Restaurantes e pubs: A cerveja belga não precisa necessariamente ser encontrada em locais específicos dedicados à bebida. Em toda a região, há diversos pubs que oferecem uma grande variedade de tipos de cervejas, desde as mais conhecidas às locais, assim como experiências de degustação mais exclusivas. Inúmeros restaurantes também contam com menus especiais harmonizados ou com receitas que levam a bebida em sua confecção.

Veja mais sobre as cervejas belgas em visitflanders.com/en/themes/belgian-beer

Fonte: Assessoria de Imprensa/ divulgação 

Postado por Angela Karam - 01/12/2016 às 17:11



Leia mais sobre Destinos Internacionais - Página inicial

Siga-nos no Facebook
www.facebook.com/Turismo-SA
Siga-nos no Instagram
www.instagram.com/turismo.sa