TURISMO-SA


DESTINOS INTERNACIONAIS

Dicas para curtir Puerto Vallarta em 36 horas



Dicas para curtir Puerto Vallarta em 36 horas

De vila de pescadores a lugar cobiçado pelos brasileiros, a cidade encanta turistas de todos os continentes

Antiga vila de pescadores que se transformou em porto de mercadorias, fundada no século 19 na faixa litorânea entre os estados de Nayarit e Jalisco, Puerto Vallarta começa a ser descoberta pelos brasileiros. E já era tempo! Afinal, o destino combina o visual de mar e montanha, com tudo o que esta mistura tem de melhor. Por estar situada entre o Oceano Pacífico e as montanhas da Sierra Madre, a cidade oferece águas calmas azul safira, cachoeiras e piscinas de águas termais.

Lá, há sol e águas calmas durante quase todo o ano - nos meses de inverno, a temperatura média oscila entre 20ºC e 23ºC. São mais de 40 km de orla formada por afloramentos rochosos e areia branca, convidativos não só a um relaxante banho de sol como à prática de esportes aquáticos. Dividida em duas áreas bem delimitadas, a orla, onde ficam os hotéis e resorts, e a região central, com seus casarios preservados, ruas empedradas e construções pintadas de branco, Puerto Vallarta tem muito o que ser desbravado e admirado. Confira dicas para curtir tudo o que a cidade tem de melhor em 36 horas:

Sexta

13h - Hospitalidade de excelência




O balneário dispõe de cerca de 22 mil apartamentos de hotéis de alto padrão, ideais tanto para casais como para famílias. Para isto, oferecem quartos bem equipados, spas para adultos, clube de golfe, equipes de monitores infantis, além de ótimas piscinas com bares e traslados até o aeroporto. Os empreendimentos contemplam em suas programações atividades como passeios pelo exótico centro da cidade.


15h - Experiência gastronômica



Vale abrir a mente e o paladar para a culinária local e experimentar, inclusive, as guloseimas. Entre as bebidas locais estão o tejuino gelado, bebida feita com massa de milho fermentado; e o Tuba, drinque alcoólico à base de água de coco, que pode levar nozes e maçãs. Para quem prefere algo mais tradicional, há um bom número de cafés e restaurantes de culinária francesa. Mas, sem dúvida, os cardápios mais atraentes são os baseados na culinária local. Destaque para o La Leche, que com arquitetura moderna, paredes e decoração totalmente brancas, convida a momentos de exploração sensorial. E para quem está a fim de economizar, os endereços mais populares são Way Jose!, Casa Isabel e Madison South.


18h - Malécon



A caminhada por essa via de mais de 1,6 km de extensão é uma ótima opção para vivenciar o clima do lugar, especialmente à noite. Recém-reformada e repleta de palmeiras, a orla de Puerto Vallarta revela diversas atrações como a arquitetura e marcos de pedra, em frente ao Mar de Plaza Morelos, esculturas de areia, obras de arte indígenas e contemporâneas e artistas de rua. Prepare-se para se surpreender com a sublime vista do por do sol e com as performances de músicos, que fazem suas apresentações folclóricas ao vivo.

Sábado

9h - Ressoar dos sinos




Construída em 1903, igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira dos mexicanos, surge em uma pequena rua do centro histórico, com linda vista para as águas cristalinas do mar. A atenção do visitante divide-se entre a tranquilidade, os detalhes em dourado e o sino que toca um som inconfundível para os habitantes locais. A cada 30 ou 15 minutos antes de uma missa, é possível ouvir suas badaladas. Registro fotográfico obrigatório, a igreja fica aberta diariamente. Visitas guiadas em inglês podem ser feitas aos sábados, e missas em espanhol e inglês acontecem todo domingo, às 10h.

10h - Paraíso hippie



Localizado na costa de Jalisco, ao lado do Oceano Pacífico, Yelapa é considerado um dos lugares mais belos e escondidos de Puerto Vallarta. O destino, que só é possível chegar de lancha, está rodeado por montanhas, selva e mar, com suas tranquilas e cristalinas águas e areia branquinha. Há, ainda, várias cascatas, o que o torna um lugar perfeito para se desconectar do barulho e relaxar em meio à natureza. Refúgio para aqueles que estão à procura de uma rotina mais informal, Yelapa também se tornou um recanto para os adeptos do estilo de vida hippie. Outro destaque do destino é o artesanato, produzido no local e disponível para venda em todas as suas esquinas.

12h30 - Glamour hollywoodiano



Um dos principais destinos turísticos do México, Puerto Vallarta chama a atenção por suas raras belezas. Mas foram as visitas de dois grandes astros do cinema hollywoodiano que levaram o nome do balneário ao mundo todo: Elizabeth Taylor e Richard Burton. A Casa Kimberly, antigo refúgio do casal na década de 1960, foi transformada recentemente pelos atuais donos em um hotel-boutique de nove suítes com temática toda voltada à história de Taylor e Burton. Vale uma parada para almoçar no restaurante do hotel, o The Iguana.

15h - Atração radical



Um passeio de lancha em alta velocidade, com giros e rodopios que causam verdadeiros tsunamis no interior da embarcação. Esta é a mais nova experiência que contagia os viajantes em Puerto Vallarta– o super radical tour Tsunami Jet Boat. A potente e aerodinâmica lancha, produzida na Nova Zelândia, pode alcançar velocidades entre 90 e 100 quilômetros por hora, avançar em ziguezague, frear em trechos curtos, realizar giros acrobáticos de até 360 graus, assim como faz submergir a proa, motivo de fortes emoções. O passeio parte da doca da Marina Vallarta até a região sul da cidade até chegar a Olas Altas, o que permite vislumbrar os belos cenários que circundam a zona portuária.

16h - Fauna exuberante



Puerto Vallarta não é um paraíso apenas para turistas em busca de sol e de paisagens deslumbrantes, mas também para muitas espécies de peixes, aves, répteis e mamíferos. Isto é possível graças ao clima tropical e às ações preservacionistas mantidas pelo governo e pelos órgãos de turismo locais, com a ajuda dos próprios turistas. A região é considerada um hábitat muito importante na América, por servir de refúgio para um grande número de espécies. A própria dificuldade de acesso a algumas regiões de mata fechada, nas montanhas de Sierra Madre, ajuda a criar um ambiente de proteção natural para os animais e para a preservação da flora, como as mais de 300 espécies de orquídeas nativas. O clima chuvoso, a umidade, o sol e o mar também fazem sua parte e contribuem para a sustentação do ecossistema.

21h - Jantar nas alturas



Confira também um vídeo especial em http://dinnerintheskypv.com

Imagine a oportunidade de viver uma experiência gastronômica nas alturas. Até 28 de fevereiro de 2017, Puerto Vallarta receberá pela primeira vez o já tradicional e concorrido Dinner in the Sky. A etapa mexicana acontece no hotel Casa Velas e eleva a emoção e adrenalina dos viajantes ao céu, mais precisamente a 45 metros de altura. A experiência está concentrada em uma mesa com 22 participantes elevada com a ajuda de uma grua. Essa mesa tem bancos inspirados nos da Fórmula 1, projetados conforme rígidas normas de segurança.

Domingo

9h - Legado dos antepassados




Já conhece o Museu de Arqueologia El Cuale? Localizado em Puerto Vallarta, no Pacífico Mexicano, o espaço abriga peças representativas do patrimônio cultural da zona ocidental do país. Os visitantes têm a oportunidade de conhecer os grupos humanos que habitaram a região antes da chegada dos conquistadores espanhóis. O Museu (Isla Cuales Local 1-A, Centro) fica aberto o ano inteiro, de terça-feira a sábado, das 10 às 17h. A entrada é franca, o que garante mais uma boa desculpa para inserir esta visita na agenda.

10h - Praias, vegetação exótica e intensa vida marinha



A região guarda grandes porções de terras intocáveis, isoladas e ricas em fauna e flora. Uma das alternativas para desbravar esta região tropical do México é conhecer o jardim botânico, uma área de conservação ambiental dedicada aos pés de agave azul, planta utilizada na produção de tequila, além das orquídeas de baunilha. Quem visita Puerto Vallarta pode ter a certeza de que encontrará as mais belas praias do continente. As preferidas são a Praia do Ouro, do Sol, das Palmas, dos Tules e Praia dos Mortos. Para aqueles que desejam uma área mais isolada, as boas pedidas são as praias de Mismaloya e Boca de Tomatlán. A Playa Los Muertos (Praia dos Mortos) destaca-se pela prática de esportes, entre os quais windsurfe, jet-ski, snorkel e passeios de paraquedas puxados por lanchas e mergulho.

Fonte: Assessoria de Imprensa



Postado por Angela Karam - 05/02/2017 às 10:00



Leia mais sobre Destinos Internacionais - Página inicial