×
DESTINOS NACIONAIS DESTINOS INTERNACIONAIS CITY BREAK TURISMO E MERCADO FEIRAS EVENTOS HOTELARIA GASTRONOMIA DICAS TURISMO SA TV NEWS BY PR NEWSWIRE ÚLTIMAS NOTÍCIAS PARCEIROS SERVIÇOS QUEM SOMOS - EQUIPE CONTATO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

TURISMO-SA - Angela Karam e Camila Karam
DESTINOS INTERNACIONAIS

Organização Nacional do Turismo Japonês recomenda lugares especiais para apreciar a natureza no Japão





Entre os países asiáticos, o Japão se destaca por possuir grande número de locais classificados como Patrimônio Mundial pela Unesco. Ao todo são 23 atrações naturais e culturais. Conheça os quatro patrimônios naturais, que guardam paisagens de tirar o fôlego, ilhas paradisíacas, florestas, cachoeiras e montanhas. São quatro destinos completos para amantes da natureza e quatro razões para incluir o Japão nos planos de futuras viagens.

Cordilheira Shirakami Sanchi

Shirakami Sanchi é a maior floresta virgem de faia japonesa, a imponente árvore típica da região. A árvore ultrapassa os 20 metros de altura e encanta por sua densa folhagem, que colore e transforma a paisagem conforme as estações do ano. Localizada na região de Tohoku, ao norte do Japão, esta maravilha natural estende-se pelos vilarejos de Aomori e Akita, e reserva trilhas por vales e cachoeiras habitados por animais raros.

Cataratas de Amnon em Shirikami Sanchi

Cataratas de Amnon em Shirikami Sanchi

Shirikami Sanchi

Shirikami Sanchi

Além das trilhas pelo Vale de Mase, entre as atrações locais estão as Cataratas de Anmon e a Garganta de Daira-kyo, um verdadeiro parque de diversões para pescadores. Há um forte movimento de preservação da região. Por isso, é necessário que o visitante se informe e fique atento às regras de visitação de caminhada para proteger a natureza selvagem, como não deixar o lixo para trás, ir ao banheiro antes de visitar as montanhas e não alimentar os animais.

Mais informações: japan.travel/shirakami-sanchi-mountain-range

Ilha Yakushima, os “Alpes no oceano”

Lar do Jomon Sugi, o mais antigo e maior dos ciprestes japoneses, bem como de animais exclusivos, como o macaco Yaku e o cervo Yaku. A ilha é conhecida como os “Alpes no oceano”, pois é formada por altas montanhas, com picos de até 1.936 metros. Um destino completo para amantes da natureza, reúne cachoeiras, florestas, montanhas e praias.

Macaco Yaku em Yakushima - ©K.P.V.B

Macaco Yaku em Yakushima - ©K.P.V.B

Entre as atrações de destaque estão o parque Ravina de Shiratani Unsuikyo, com antigas árvores de cedro; o Onsen Hirauchi Kaichu, uma fonte de água mineral bem ao lado do mar; as cachoeiras Ooko-no-taki, a maior da ilha; e Senpiro-no-taki, onde a água jorra do alto de 66 metros e cai dentro de uma imensa coluna de pedra de granito. Para os amantes do mar, o Farol de Yakushima oferece uma bela vista do oceano.

Recomendamos para você:
Conheça as paisagens da Nova Zelândia em trilhas de um dia
País das paisagens do filme O Senhor dos Anéis tem percursos de um dia que passam por vulcões, florestas, lagos, cachoeiras e praias.
Peninsula Tóquio celebra a temporada de flores de cerejeira do Japão
A flor nacional é apresentada na decoração do hotel e em ofertas especiais
Trilha em Yakushima - Divulgação

Trilha em Yakushima - Divulgação

E, na praia de areia em Sango-no-hama (margem de corais), é possível encontrar areia em forma de estrela. Para conhecer o local e desfrutar de experiências como canoagem, banho de floresta ou dar uma volta completa na ilha com um guia experiente, é importante reservar lugar em uma excursão.

Mais informações: japan.travel/yakushima-island/

Shiretoko

A península de Shiretoko, ao nordeste de Hokkaido, separa o Mar de Okhotsk, a oeste, do Estreito de Nemuro, ao leste. O local abriga verdadeiras áreas selvagens repletas de lagos intocados, florestas submersas, pássaros raros e ursos. As atrações são variadas e podem ser desfrutadas o ano todo. Se destacam o Parque Nacional de Shiretoko, que possui cinco lagos serenos conhecidos como Shiretoko Goko, e trilhas até cachoeiras escondidas. Há ainda um cruzeiro para ver baleias, golfinhos e focas. No inverno há a possibilidade de realizar excursões no gelo.

Shiretoko - ©Hokkaido Tourism Organization

Shiretoko - ©Hokkaido Tourism Organization

Durante todo o ano, os deliciosos frutos do mar frescos estão disponíveis para serem saboreados. Para conhecer a região, é recomendável entrar em contato com o Centro Natural Shiretoko, que oferece passeios noturnos guiados e caminhadas diurnas voltadas à observação de aves e animais selvagens, além de estudos de plantas alpinas.

Mais informações: japan.travel/shiretoko/

Ilhas Ogasawara

Um arquipélago constituído de 30 ilhas e mil quilômetros distante ao sul da ilha principal do Japão. As Ilhas Ogasawara são conhecidas como as “Galápagos da Ásia”, com locais intocados, praias paradisíacas e florestas preservadas. Apenas duas ilhas são habitadas, a Ilha Chichijima e a Ilha Hahajima, e o restante pode ser explorado por passeios de barco.

Ogasawara Island

Ogasawara Island

Para os amantes de animais e plantas, a visita à Ogasawara é um prato cheio de atividades, pois as ilhas são lar de mais de 190 espécies aviárias ameaçadas, 400 espécies de plantas nativas e um oceano cristalino cheio de vida marinha. Vale a pena explorar também por terra, passeando pelas trilhas nas florestas ou curtindo as praias; observar o céu, com seus pássaros, ou apreciando as estrelas à noite; e o mar, nos passeios de barco e mergulho.

Ogasawara Island

Ogasawara Island

O acesso às remotas ilhas é feito de balsa, a partir de Tóquio. A viagem dura cerca de 24 horas e a embarcação tem toda a infraestrutura para levar os viajantes.

Mais informações: japan.travel/ogasawara-islands/

Dicas para aproveitar os quatro patrimônios naturais da Unesco no Japão

  • O Japão tem como característica as quatro estações do ano bem marcadas. Isso significa que, durante o verão, o clima é quente e o sol não está a passeio. Verifique sempre as atrações e atividades disponíveis no destino que escolher.
  • É costume no país não deixar sujeira nos locais públicos. Então é recomendável levar, sempre, uma sacola adequada para recolher o próprio lixo.
  • Por conta da pandemia, as recomendações para viagens irão mudar e se adaptar ao chamado “novo normal”. O JNTO recomenda atenção aos protocolos vigentes para viajar ao Japão. O site da organização disponibiliza todas as informações necessárias para o turista, inclusive recomendações do país relacionadas à pandemia, como usar máscara, lavar as mãos com frequência, utilizar álcool em gel, manter objetos pessoais higienizados e respeitar a distância entre as pessoas.

Acesse em: japan.travel/pt/br



Postado por
no dia 21/09/2020 às

Tópicos: Tóquio - Japoneses - Natureza

ENVIE PARA UM AMIGO



Leia mais sobre Destinos Internacionais

LEIA TAMBÉM: