×
TURISMO SA FOR BUSINESS DESTINOS NACIONAIS DESTINOS INTERNACIONAIS CITY BREAK TURISMO E MERCADO FEIRAS EVENTOS HOTELARIA GASTRONOMIA DICAS TURISMO SA TV TESTADO E APROVADO ÚLTIMAS NOTÍCIAS PARCEIROS QUEM SOMOS - EQUIPE CONTATO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

TURISMO-SA - Angela Karam e Camila Karam
DESTINOS NACIONAIS

Porque Amantikir? No século XVI, quando os primeiros exploradores portugueses iniciavam suas viagens ao interior do Brasil






Cultivar "o jardim dos jardins" num dos pontos mais altos de Campos do Jordão foi desde o principio o objetivo principal dos idealizadores do Amantikir. Aberto à visitação do público , já ganhou o apelido de jardim botânico da cidade. O parque de Campos do Jordão mostra jardins inspirados na cultura de vários países, em diversos estilos de paisagismo, de plantas e flores. É um passeio excelente para todas as idades pois proporciona momentos únicos de beleza e contemplação , inclusive da natureza nativa e de lindas paisagens do Vale do Lageado.

O projeto ocupa 600 mil m2 de área total, hoje já apresenta paisagismo criativo e diferenciado, que inclui jardins: inglês, francês, japonês, alemão, austríaco e norte-americano, entre outros. Entre as belíssimas composições vale destacar o labirinto de grama, símbolo presente nas mais variadas culturas. A via tortuosa de grama que leva a um centro, serve como instrumento para a meditação, visando a paz interior. Considerado em outros países como um instrumento que leva ao auto-conhecimento, o lindo labirinto não está vinculado a nenhum tipo de fé ou religião, apenas traz a calma tão necessária à vida estressante do dia-a-dia.

Idealizado e implantado por Walter Vasconcellos, mais conhecido por Dr. Garden - que garante que em pouco tempo os brasileiros não precisarão sair do país para visitar jardins magníficos - o Amantikir tem entre as metas de sustentabilidade do projeto o treinamento de seus guias, antes operários de obra que hoje acompanham os visitantes do parque, gerando oportunidade e emprego para pessoas de classe baixa da cidade. O empreendimento que ganhou o investimento dos empresários Roberto Baumgart, Jayme Blay e Eduardo Steiner, também abre a oportunidade para outras empresas, visando a aproveitar os espaços para eventos que cursos, exposições e apresentações culturais.


Porque Amantikir?


No século XVI, quando os primeiros exploradores portugueses iniciavam suas viagens ao interior do Brasil, vivia em nosso território um número entre 4 e 10 milhões de índios. Uma população maior que a de Portugal, que na mesma época contava cerca de 1,5 milhão de habitantes. Cerca de 3 milhões desses nativos ocupavam uma faixa de aproximadamente 100 km de largura a partir do litoral. Tratava-se da Nação Tupi, unida pelo mesmo tronco linguístico, que se dispersava desde o estado do Pará até a Argentina.



A Serra escarpada que acompanhava o rio Paraíba (rio feio em tupi), onde hoje se situa Campos do Jordão, conhecida pelos nativos como amantikir, "a montanha que chora", tornou-se Mantiqueira na pronúncia dos Lusitanos.
( Entenda a origem do nome conhecendo a Lenda de Amantikir ).

O parque amantikir, concebido por quatro apaixonados pela Mantiqueira, pretende prestar uma sincera homenagem aos reais valores da serra e sua exuberante natureza, livre de modismos e estrangeirismos. Assim, ao invés de buscar uma semelhança com localidades europeias, o parque visa resgatar e valorizar os elementos naturais e culturais de nossa região.

Geograficamente a Mantiqueira ocupa cerca de 25.000 km² e estende-se por três estados, Minas Gerais (75%), Rio de Janeiro (5%) e São Paulo (20%).

Seguindo essa mesma condição, o parque será subdividido em três regiões:

Mantiqueira Paulista, com jardins representativos de vários países, em harmonia com a região mais cosmopolita e "europeia".
Mantiqueira Fluminense, mais nórdica e preservacionista, será representada no parque apenas por florestas e bosques.
Mantiqueira Mineira, genuína e tradicional, será representada por jardins brasileiros característicos da faixa habitada originalmente pela Nação Tupi.

Finalmente, para maior fidelidade a amantikir e como forma de valorizar nossas raízes, todas as denominações do parque serão gradativamente implementadas em Tupi, a exemplo dos ingressos que já são descritos como:

Ayira = amigo (cortesia)
Mirim = pequeno (R$8,00 para crianças e idosos)
Boya = médio (R$15,00 para estudantes e aposentados)
Açú = grande (R$25,00 ingresso inteiro)

Saiba mais: http://www.amantikir









Postado por
no dia 25/08/2013 às




ENVIE PARA UM AMIGO



Leia mais sobre Nacionais

LEIA TAMBÉM: