Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A

MuBE faz 21 anos em meio a arte, turismo e economia criativa



MuBE faz 21 anos em meio a arte, turismo e economia criativa
Palestra de Caio Luiz de Carvalho associa turismo e cultura durante evento promovido pelo Movimento NWM.Brasil - Em Busca de um Mundo Novo

O Museu Brasileiro de Escultura comemorou a maioridade compartilhando seus espaços generosos com o Movimento NMW-Brasil, inspirado na obra da artista plástica Beatriz de Carvalho. Durante mais de duas horas os convidados puderam assistir e interagir com o experiente e reconhecido Caio Luiz de Carvalho, que exerceu os mais altos postos do turismo nacional e hoje é diretor do canal Art1, do Grupo Bandeirantes. Na recepção, apresentação e direção do evento, o jornalista Luiz Henrique Miranda, diretor da Agência AMigo! - uma das apoiadoras do NMW.Brasil.

MuBE faz 21 anos em meio a arte, turismo e economia criativa
Caio Luiz de Carvalho, diretor-executivo do Canal Art1, Beatriz de Carvalho, artista plástica e Luiz Henrique Miranda, da Agência AMIgo! - Antonio Euryco

Em tom informal, o palestrante contextualizou sua experiência de professor universitário e de profissional dedicado a difundir conceitos e práticas da economia criativa. Passou pela Inglaterra, onde a vertente é referência internacional e relatou sua experiência na empresa Indústrias Criativas, que incluiu projeto pioneiro sobre o mundo Inca, no Peru. Ao falar de arte, turismo e desenvolvimento sustentável, assegurou que “a cultura como valor econômico muda o turismo”. Para exemplificar, cita depoimento do prefeito de Barcelona quando estivera no Brasil e sobrevoara o litoral paulista: “É tudo maravilhoso, mas vocês não têm um Gaudí”, referindo-se ao legendário arquiteto catalão Antoni Gaudí.

Quando aborda o mote ‘cidades criativas e o universo criativo’, sustentou que “o exercício da imaginação é que vai melhorar a vida as pessoas. As cidades são criativas por conta dos talentos de que dispõem”. Transpondo o conceito para a atividade turística, lembra que a dobradinha ‘sol e praia’ entra no rol das commodities, sem o menor diferencial. Toca na ‘economia da experiência’ e na ‘sociedade emocional’ no contexto do turismo contemporâneo. “Ninguém mais quer ser como todo mundo. O turista dos dias de hoje quer se envolver”, em contraponto ao estereótipo do viajante contemplativo. Lembra também que cultura e arte é que podem melhorar os nossos destinos, como ocorreu com Barcelona, San Francisco, Praga, Paraty, Gramado e Diamantina – entre outros.

MuBE faz 21 anos em meio a arte, turismo e economia criativa
Lucas Argüelo, co- produtor do espetáculo musical "Em busca de um novo mundo", Luiz Henrique Miranda e Beatriz de Carvalho - Divulgação

MuBE faz 21 anos em meio a arte, turismo e economia criativa
Palestra de Caio Luiz de Carvalho, aborda Olimpíada Rio 2016 - Divulgação

Ao relatar sua atividade atual, à frente do canal Art1, incluindo obra em que a cantora Maria Betânia declama de Clarice Lispector a JG Rosa, em ambiente multimídia digital, salienta que “no Brasil há leis de incentivo, mas não contamos com políticas de Estado voltadas para a cultura”. Diz que a tendência da TV é a segmentação crescente da programação e que “estamos vivendo um período de mudanças que leva ao binômio TV + WEB. Estamos na era das multiplataformas, dedicadas a oferecer aquilo que o público quer ver”. Caio Luiz de Carvalho frisa que o objetivo do canal Art1 “é levar arte a todos os brasileiros”. Ao final da exposição, respondeu a perguntas formuladas pelo público.

NMW-Brasil – Em Busca de um Novo Mundo

A estudante Júlia Xavier Fernandes, que integra o NMW-Brasil, apresentou vídeo alusivo ao projeto, que lançou campanha de financiamento colaborativo no endereço https://benfeitoria.com/nmwbrasil. Entre obras da inspiradora do movimento, Beatriz de Carvalho, que se fez presente, o aniversário de 21 anos do MuBE foi comemorado em clima que mesclou imaginação, criatividade, amor pela arte transformadora e o desejo de diferentes gerações em buscar alternativas pra um mundo melhor, sob todos os aspectos. Ao final, entre comentários esparsos aqui e ali, alguém contextualizou frase célebre o escritor Leon Tolstoi: “Só seremos universais se conhecermos e amarmos nossa aldeia”. E outro convidado emendou pérola do poeta Ezra Pound: “Os artistas são as antenas da raça”.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Postado por Angela Karam - 12/05/2016 às 11:49




Leia mais sobre Turismo e Mercado - Página inicial

Siga-nos no Facebook
www.facebook.com/Turismo-SA
Siga-nos no Instagram
www.instagram.com/turismo.sa