Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A

Vai viajar para o exterior? Os cuidados na hora de comprar moedas estrangeiras



Cambio Store
Cambio - Divulgação / FB Imprensa

Vai viajar para o exterior e tem dúvidas sobre Câmbio?
Consultor financeiro Bruno Ferreira dá dicas especiais para uma viagem tranquila e segura.

O mês de julho chegou e, com ele, as tão esperadas férias de muitos jovens e crianças que aproveitam o período para viajar com os pais. Mesmo sendo uma época de tranquilidade e descanso, as viagens de férias precisam ser planejadas com cuidado e sempre geram algumas dúvidas básicas em relação a um quesito: o câmbio.

Onde, quando e como trocar a sua moeda pelo do país visitado é uma dúvida que aflige desde pessoas experientes até novos viajantes. Para sanar algumas questões, o consultor financeiro Bruno Ferreira, da Câmbio Store, deu algumas dicas importantes sobre o tema.

Cambio Store
Real - Divulgação

Tempo:

Lembre-se de entrar em contato com a empresa de câmbio com antecedência para saber se eles possuem a moeda desejada naquele dia e na quantidade que você precisa. Em geral, o estabelecimento fornece um prazo de até 24 horas para providenciar. No caso da Câmbio Store, a empresa oferece a comodidade de entregar a quantia solicitada no endereço em que o consumidor pedir.

Moeda falsa:

Para não correr o risco de adquirir moedas falsas e ter algum tipo de problema no exterior, procure por estabelecimentos autorizados pelo Banco Central e evite negociação com doleiros. Se, por acaso, não encontrar no Brasil a moeda do país de destino, a melhor opção é a compra de dólar americano, já que a troca é mais fácil na maioria dos países do mundo.

Analise o seu destino:

Para onde levar Real:

Buenos Aires
Montevidéu, Punta del Este e Colonia del Sacramento
Santiago e Valparaíso

E só!

Nessas cidades existe demanda para reais, então a cotação é vantajosa (nas cidades argentinas, desde que você use o câmbio paralelo).

Para todos os outros lugares, incluindo destinos chilenos e argentinos que não estão listados acima (Ushuaia, Atacama, El Calafate, Lagos Andinos), recomenda-se levar dólar ou a moeda forte do lugar. Pode até ser possível trocar reais em outros locais, mas valerá mais a pena levar moeda forte.

Não compre a moeda ‘errada’ só porque está mais barata:

Todos os dias os números de dúvidas no site da operadora cresce e entre elas escolhemos algumas: com a libra tão cara, será que não é melhor levar euro para Inglaterra? Com o euro tão caro, será que não é melhor levar dólar para a Europa? com o dólar tão caro, será que não vale a pena levar dólar australiano para os Estados Unidos?

A resposta é uma só: Não vale a pena. Na hora de fazer o novo câmbio você vai pagar a diferença e mais o sobrepreço do cambista.

Mas atenção para uma dica especial: o que Bruno não recomenda é comprar dólares para levar para a zona do euro, ou comprar euros para levar para a Inglaterra. Mas se você já tem essa moeda em mãos, vale mais a pena levar e trocar uma vez só, lá. Não troque no Brasil não, porque seriam duas operações de câmbio.

Não compre nem troque em qualquer lugar:

Muito mais eficiente do que inventar soluções mirabolantes (tipo levar dólar australiano para a Europa) é tomar mais cuidado na hora de comprar moeda no Brasil e fazer câmbio no exterior.

Aqui no Brasil, não seja comodista: pesquise o dólar menos caro para comprar. O site Cambio Store traz o comparativo de vários bancos e corretoras para você economizar na compra. E no exterior, se precisar cambiar a moeda que comprou no Brasil, troque o mínimo indispensável em aeroportos, nos fins de semana e em lugares próximos a atrações turísticas.

Fonte: FB Imprensa

Postado por Angela Karam - 06/07/2016 às 14:15




Leia mais sobre Turismo e Mercado - Página inicial

Siga-nos no Facebook
www.facebook.com/Turismo-SA
Siga-nos no Instagram
www.instagram.com/turismo.sa