Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A
Turismo S/A

Iates blindados contra mofo



Iates blindados contra mofo

Iates blindados contra mofo

A higienização de iates e veleiros é preocupação constante no meio náutico. Apesar do capricho na hora da limpeza, um fragmento de comida atrás do fogão ou água doce empoçada em cantinhos escondidos são suficientes para a formação de criadouros de bactérias. Some-se a isso o fato de que barcos vivem em meio líquido e podem permanecer fechados por longos períodos - e pronto: está aberta a temporada do fungo.

Para o empresário e velejador Max Gorissen, para evitar a proliferação de bactérias é necessário abrir o barco toda semana, arejar os ambientes, lavar madeiras do exterior com água salgada e a fibra de vidro com água doce e produtos de limpeza biodegradáveis e deixar secar muito bem. Segundo ele, água doce no interior da embarcação ou em madeiras molhadas cria musgo - o que, além de causar impressão de sujeira, leva à proliferação de bactérias e mofo. Já na parte interna, deve-se redobrar o cuidado em áreas propícias à retenção de sujeira e água, como estofados, carpetes e tapetes, roupas de cama, mesa e banho, colchões e travesseiros, filtros de ar condicionado, pias, vaso sanitário, caixas térmicas, porão e até rádios VHS. “A umidade é o grande problema”, diz Gorissen.

Iates blindados contra mofo

Tal diversidade de superfícies e meios pode levar a uma guerra quase sempre vencida pelos fungos e bolor. A opção mais segura é apostar em bactericidas de alta eficácia e longa duração que atuam contra microrganismos que causam mofo, fungo, bolor e mau cheiro. Há vários ítens disponíveis no mercado, a exemplo do Microbac, bactericida aerossol criado por uma cientista brasileira que virou empreendedora e que tem a capacidade de esterilizar superfícies por 60 dias ou até 20 lavagens, sem danos à saúde de humanos, animais e meio ambiente.

Para quem deseja soluções mais caseiras, o ideal é lavar o barco com água salgada e secar bem, quase que milimetricamente, lembrando que ações preventivas e de combate a sujeiras, alergias e mofo são fundamentais para viagens marítimas divertidas e sem problemas.

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Postado por Angela Karam - 18/07/2017 às 15:33



Leia mais sobre Turismo e Mercado - Página inicial

Siga-nos no Facebook
www.facebook.com/Turismo-SA
Siga-nos no Instagram
www.instagram.com/turismo.sa