TURISMO-SA
City Break Facebook Instagram Twitter Youtube
TURISMO E MERCADO

Marta Rossi recebe o título de Cidadã Emérita de Gramado nesta quinta-feira



Marta Rossi recebe o título de Cidadã Emérita de Gramado nesta quinta-feira

A empresária gramadense Marta Rossi recebe, na próxima quinta-feira, dia 15, o título de Cidadã Emérita de Gramado. A Sessão Solene, ocorre a partir das 19h30, na Câmara de Vereadores de Gramado. O título é uma indicação do vereador Celso Fioreze do PSDB.

“O título é concedido a Marta Maria Rossi em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao município de Gramado. Por toda a demonstração de empreendedorismo, visão de negócios e dedicação ao crescimento turístico de Gramado Marta Rossi merece esta grande homenagem, pois em todos os sentidos sempre prestou relevantes serviços ao município, bem como elevou o nome de Gramado no Brasil e Internacionalmente”, fala o edil.

“Este reconhecimento, em minha cidade natal, me deixa muito feliz e honrada. Agradeço a iniciativa do vereador Celso Fioreze o carinho de todos os representantes do Poder Legislativo que deram o aval para a indicação”, destaca a empresária.

Por estar em viagem, Marta Rossi não poderá receber o título. O seu filho e sócio, Marcus Vinícius Rossi, a representará na cerimônia.


Marta Rossi. - Crédito: Marcus Vinícius Rossi.

Marta Rossi: uma história de empreendedorismo

Marta Maria Rossi, nasceu em Gramado em 1956. Filha de um casal de empreendedores, sempre foi estimulada a buscar o melhor das oportunidades. Aos 17 anos, começou a trabalhar na Prefeitura de Gramado, junto à Secretaria de Educação e Cultura, desenvolvendo projetos que integravam os diferentes grupos culturais da cidade - de adolescentes a artesãos.

Empreendedora, dinâmica e determinada, entre 1977 e 1979, juntamente com três colegas da faculdade de Comunicação, criou e executou house organs em empresas e entidades do Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul. Em 1979, assumiu o Departamento de Relações Públicas da Indústria de Calçados Ortopé e também a gerência do Jornal de Gramado, trabalhando na implantação deste importante veículo de comunicação, cuja imagem com a cidade está intimamente ligada.

Em 1980, ao assumir a gerência de Relações Públicas do Hotel Serra Azul, a veia empreendedora novamente se destacou. Marta implantou um projeto de lazer, inexistente na época na Serra Gaúcha mudando o conceito do hotel em relação ao cliente e implantando um dos primeiros cartões de crédito na hotelaria. Com a fidelização dos clientes o hotel começou a investir em turismo de negócios.

Assumiu a Gerência de Marketing do Hotel Serrano, em 1983, estruturando a área de lazer, de comercialização e de negócios. A atuação foi direta no lançamento de diferentes Pacotes Turísticos para promoção da baixa temporada. O trabalho resultou no fomento do turismo de negócios. Neste cargo, Marta Rossi atuou na criação do primeiro Centro de Convenções do Estado do Rio Grande do Sul, junto ao Hotel Serrano.

Em 1988 o Centro de Convenções do Serrano estava em fase de conclusão, assim a homenageada, ao lado de Silvia Zorzanello, então gerente geral do hotel, observou uma oportunidade de mercado que despontava pensando em um projeto estratégico. Desta forma, a sociedade foi concretizada e, em 01 de abril de 1988, nascia a empresa Marta Rossi e Silvia Zorzanello Feiras e Empreendimentos, atendendo uma necessidade constatada na época: a inexistência de uma empresa organizadora de eventos na cidade, diante da grande demanda do turismo de negócios.

Visionárias, Marta e Silvia logo perceberam outra lacuna que havia no mercado. E, assim, criaram e organizaram em Gramado um pequeno salão de turismo para operadoras e agentes de viagens.Considerando que as decisões nacionais sobre a atividade turística passavam longe do Rio Grande do Sul, as empresárias usaram a grife Gramado e foram aglutinando pequenas, médias e grandes empresas do setor turístico em torno do Festival.

O evento, que inicialmente nasceu com o propósito de apresentar o produto turístico gaúcho para o Brasil, fomentando os negócios do setor, transformou-se em um dos maiores eventos de negócios do turismo da América Latina. Logo o Festival alcançou o Brasil, o Mercosul, a América Central e do Norte e expandiu seus horizontes em direção à Europa e Oriente Médio. Hoje, o FESTURIS, é o segundo maior evento do setor no Brasil e um dos que mais gera resultados e negócios para o trade turístico. Na última edição foram cerca de 14 mil participantes e um impacto econômico de R$ 253 milhões.

Sempre procurando fomentar negócios turísticos em nível nacional e internacional, sem perder o foco para o benefício regional, a empresa criou outros dois projetos próprios: o Chocofest e o Acorde Musical. Fiel à missão de viabilizar e realizar eventos e negócios para pessoas físicas e jurídicas no Brasil e no mundo, de forma diferenciada e excelente, com credibilidade e garantia de sucesso, a Rossi & Zorzanello prospecta e executa eventos diversos, tais como congressos, seminários, feiras empresariais, lançamentos de produtos e inaugurações.

Com 28 anos a empresa comandada por Marta Maria Rossi é hoje exemplo de empreendedorismo, sendo reconhecida nacional e internacionalmente e apontada por profissionais do setor como grande incentivadora do desenvolvimento do turismo, da geração de negócios, empregos e renda, tanto para a região, como para o país.

Para Marta, o segredo do crescimento sólido e ordenado é saber escutar e implementar as demandas e sugestões viáveis da equipe e dos clientes. Aliás, é marca da empresa investir em sua equipe de profissionais.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Postado por Angela Karam - 17:41 às 13/12/2016





Leia mais sobre Turismo e Mercado