TURISMO-SA
City Break Facebook Instagram Twitter Youtube
TURISMO E MERCADO

10 destinos em alta para fazer intercâmbio em 2017



10 destinos em alta para fazer intercâmbio em 2017
Fugindo de opções mais tradicionais, estudantes brasileiros procuram outros países onde aprender uma nova língua



Fazer um intercâmbio é sempre resultado de muito planejamento. Qual o melhor destino? Quanto tempo ficar? Viajar sozinho ou em grupo? - essas são apenas algumas das decisões a serem tomadas. No entanto, fugir do lugar comum também pode estar em seus planos. Para além dos destinos mais conhecidos, como Londres e Califórnia, existem algumas opções que estão caindo no gosto dos estudantes brasileiros, mas ainda não são tão conhecidas pelo grande público.

"As vantagens de escolher um destino pouco explorado são muitas. O custo pode ser menor, e a imersão cultural mais intensa, o que facilita o aprendizado do idioma. Muitas vezes o aluno chega com uma ideia na cabeça e acaba se surpreendendo com destinos que não tinha considerado antes," explica Andrea Arakaki, diretora geral da EF Education First, líder mundial em intercâmbio e cursos no exterior. Segundo ela, é essencial que o destino esteja em sintonia com o perfil do estudante. “Por isso nós procuramos identificar as preferências do aluno para recomendar a melhor escolha entre nossos 46 destinos". Confira abaixo 10 destinos recomendados pela EF ainda pouco explorados e que vão fazer a cabeça dos intercambistas em 2017.

Honolulu

Fazer um intercâmbio na capital do Havaí dará a qualquer estudante a possibilidade de aproveitar o clima tropical do arquipélago em qualquer estação do ano. Com algumas das praias mais bonitas do mundo, como a famosa Waikiki, Honolulu é uma cidade perfeita para quem quer combinar um contato maior com a natureza e a excelente infra-estrutura da cidade. Mas engana-se quem pensa que Honolulu é apenas praia. Com cerca de 800 mil habitantes, a cidade tem toda sua economia voltada ao turismo, com inúmeras opções de universidades e escolas de idiomas, ótima estrutura de transportes (o sistema da cidade foi premiado duas vezes pela American Public Transportation Association como o melhor da América) e uma qualidade de vida bem acima da média nacional. Honolulu também abriga o maior centro comercial a céu aberto do mundo, o Ala Moana Center.

Singapura

A cidade-estado de tradição cosmopolita, porta de entrada para a Ásia, é ideal para alunos com interesse no mundo dos negócios. A cidade concentra startups de várias áreas (como games e aplicativos) e desponta como um pólo de inovação e criatividade no mundo todo. Com quatro línguas oficiais (inglês, mandarim, malaio e tâmil), pode até parecer estranho ir para Singapura para aprender inglês, mas como a cidade concentra pessoas vindas de várias partes do mundo, esse é justamente o idioma mais utilizado. Aliás, o destino é muito procurado por quem quer aprender inglês voltado para negócios. Multicultural, e com um excelente sistema de transportes, é comum que as pessoas viajem para países vizinhos nos fins de semana.

Bristol

Cidade portuária ao sul da Inglaterra, Bristol é um destino para vários perfis de aluno. A cidade tem vida cultural intensa e combina prédios de arquitetura georgiana com centros comerciais e navios históricos que viraram museus. Bares, pubs e casas de show competem com espaços de música clássica da era vitoriana. Bristol tem localização privilegiada pois está próxima a Birmingham e Londres, e temperaturas um pouco acima destas últimas. Um atrativo é seu baixo custo de vida (bem menor que o de Londres) e suas ótimas instituições de ensino, como a Bristol University e a University of the West of England, mundialmente prestigiadas.

Seattle

Maior cidade do estado de Washington, nos EUA, mas não sua capital, que é Olympia. Seattle é dinâmica, repleta de empresas multinacionais (como a Microsoft) e um centro financeiro-comercial. Seattle abriga a primeira loja da Starbucks do mundo – localizada no famoso Pike Place (mercado do porto), um incrível museu da música, a super tecnológica torre Space Needle, e o Pacific Science Center. Devido à proximidade com o Pacífico, a cidade tem clima frio e úmido, com chuvas bem mais frequentes do que em outros estados do oeste americano. Muitas são as opções de contato com o verde, como os parques naturais e suas florestas.

Brisbane

Capital do estado de Queensland, Brisbane é a terceira maior cidade da Austrália e única capital com clima subtropical do país. Conhecida como Capital dos Dias Ensolarados, a cidade tem clima quente no verão, e noites de temperatura refrescante. Um dos destinos mais procurados por viajantes no país, Brisbane se destaca pela qualidade de vida, segurança e paisagens exuberantes. Queensland concentra diversos lugares tombados como patrimônio da humanidade – uma boa sugestão é visitar o sítio arqueológico de fósseis mamíferos de Riversleigh, além de Wet Tropics, Fraser Island e a famosa Great Barrier Reef.

Washington

Nem só de política vive a capital dos Estados Unidos. Washington, além de centro de poder e de decisões de impacto global, é uma ótima sugestão de destino para intercâmbio. Rica em atrações culturais, a cidade abriga museus, parques, bibliotecas e uma infinidade de marcos históricos importantes para todos os EUA. De tradição cosmopolita e arquitetura charmosa, Washington oferece passeios incríveis ao turista (como a visita guiada à Casa Branca e ao Smithsonian Institute) e tem vida noturna bastante agitada.

Eastbourne

Eastbourne é uma cidade pequena e aconchegante ao sul da Inglaterra. Como não tem uma tradição tão forte em receber turistas de outras partes do globo, essa pode ser uma oportunidade de praticar ao máximo o inglês com a população local. Localizada a 104 km de Londres, tem um custo de vida bem menor que a capital britânica. Sua a arquitetura vitoriana e os inúmeros jardins floridos são o charme da cidade, que é conhecida por ser calma e hospitaleira.

Costa Rica

Conhecida como "a Suíça da América Central" devido à sua prosperidade econômica, a Costa Rica apresenta uma biodiversidade incrível (5% de toda a biodiversidade terrestre) muito bem preservada ao longo do seus 35 parques nacionais e 8 reservas ecológicas. Com clima tropical, as temperaturas variam de um tempo quente e seco (dezembro a abril) a um tempo chuvoso (maio a novembro). A presença de vulcões é um outro atrativo do país, que chama a atenção de turistas de toda a parte e reforça o clima de aventura do intercâmbio. Localizado entre os oceanos Pacífico e Atlântico, é possível atravessar o país de carro em cerca de 5 horas, indo do litoral do Caribe à costa árida de praias incríveis, como Tamarindo. A Costa Rica é recomendada aos estudantes que querem aprender o espanhol num dos destinos mais paradisíacos do Caribe.

Málaga

Málaga é uma cidade portuária no Mediterrâneo e coração da Andaluzia. Cheia de história, e com vários atrativos culturais, como museus, teatros e cinemas, Málaga soube se modernizar e hoje é uma das principais cidades da Espanha. A culinária é um espetáculo à parte, repleta de peixes, frutos do mar e ervas de aroma único.

Brighton

Antiga vila de pescadores no litoral sul da Inglaterra, Brighton é hoje a “rainha das praias” do Reino Unido, sendo frequentada por muitas artistas e famosos. Um dos destinos preferidos dos londrinos aos fins de semana, a cidade reúne cada vez mais estudantes de várias partes do mundo que viajam em intercâmbio para aprender ou melhorar seu inglês. A cidade é um dos principais centros educacionais da Inglaterra.

​Fonte: EF Education First 

Postado por Angela Karam - 19:06 às 24/01/2017





Leia mais sobre Turismo e Mercado