×
DESTINOS NACIONAIS DESTINOS INTERNACIONAIS CITY BREAK TURISMO E MERCADO FEIRAS EVENTOS HOTELARIA GASTRONOMIA DICAS NEWS BY PR NEWSWIRE ÚLTIMAS NOTÍCIAS PARCEIROS SERVIÇOS QUEM SOMOS - EQUIPE CONTATO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

TURISMO-SA - Angela Karam e Camila Karam
TURISMO E MERCADO

As vendas incluíram 70% de vinhos da colheita 2018, 21% da colheita 2017, 5% da colheita 2016 e 4% de colheitas anteriores





Vendas dos Vinhos do Alentejo aproximam-se das 120 milhões garrafas - Prova de Vinhos - Herdade dos Grous - Crédito: Turismo do Alentejo

Prova de Vinhos - Herdade dos Grous - Crédito: Turismo do Alentejo

  • As vendas de vinho branco e rosé em 2019 foram as mais elevadas dos últimos cinco anos e representaram, respetivamente, 21% e 2% do total
  • O volume total foi de 88,2 milhões de litros, entre vinho tinto, branco e rosés
Os Vinhos do Alentejo atingiu o marco de 120 milhões de garrafas comercializadas. A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), a região do Alentejo colocou no mercado 117,4 milhões de garrafas de vinho certificado DOC Alentejo e Regional Alentejano, um aumento de 3,8% face a 2018. O volume total foi de 88,2 milhões de litros, entre vinho tinto, branco e rosé.

As vendas incluíram 70% de vinhos da colheita 2018, 21% da colheita 2017, 5% da colheita 2016 e 4% de colheitas anteriores, com os meses de fevereiro, abril e maio a terem maior atividade comercial com quantidades médias de 12,5 milhões de garrafas por mês.

Quinta do Quetzal - Crédito; Goncalo Villaverde

Quinta do Quetzal - Crédito; Goncalo Villaverde


As vendas de vinho branco e rosé em 2019 foram as mais elevadas dos últimos cinco anos e representaram, respetivamente, 21% e 2% do total, numa quantidade de 24,7 milhões de garrafas nos brancos e 2,2 milhões de garrafas nos rosés. Os vinhos tintos, que foram 77% do total, chegaram a 90,5 milhões de garrafas, menos 7 milhões do que a média dos cinco anos entre 2014-2018.

O vinho Regional Alentejano representou 78% da comercialização e o DOC Alentejo 22%, tendo o DOC registado crescimentos mais significativos nos vinhos originários das sub-regiões de Portalegre (+38%) e da Granja-Amareleja (+17%).

Para Francisco Mateus, presidente da CVRA, "estes resultados revelam que a região está dinâmica e que as produções em cada ano influenciam o potencial comercial dos produtores, dado que a vindima de 2018 teve mais produção o que possibilitou mais vendas em 2019, situação que não se tinha verificado nos três anos anteriores".

Vinhedos - Esporão

Vinhedos - Esporão


Sobre o crescimento dos vinhos brancos e rosés, o presidente da CVRA adianta que "é uma evidência que o Alentejo está a afirmar-se nestas categorias e a conseguir cativar os consumidores, uma tendência que observamos desde há alguns anos com a importância de brancos e rosés a aumentar ano após ano desde 2014".

Sobre o menor volume de vinhos tintos, por comparação com a média 2014-2018, Francisco Mateus explica "ver nesta diminuição uma conjugação entre preços no mercado nacional, pois o preço médio do vinho do Alentejo está valorizado acima da média nacional e também alguma prudência dos produtores na gestão dos stocks de vinho tinto".

Wine Festival: Vinhos do Alentejo promove eventos no Brasil em setembro

Casal tomando vinho no Alentejo, Portugal



SOBRE A CVRA -- Comissão Vitivinícola Regional Alentejana

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) foi criada em 1989 e é um organismo de direito privado e utilidade pública que certifica, controla e protege os vinhos DOC Alentejo e os vinhos Regional Alentejano.

É também responsável pela promoção dos Vinhos do Alentejo, no mercado português e em mercados-alvo internacionais. Sua atividade é financiada através da venda dos selos de garantia que integram os contrarrótulos dos Vinhos do Alentejo.

Para mais informações acesse: www.vinhosdoalentejo.pt



Postado por
no dia 02/02/2020 às

Tópicos: Vinícola - Herdade - Vinhedos

ENVIE PARA UM AMIGO



Leia mais sobre Turismo e Mercado

LEIA TAMBÉM: