TURISMO-SA - Angela Karam
City Break Facebook Instagram Twitter Youtube
TURISMO E MERCADO

Empresa quer ser maior buscador de passagens rodoviárias no país



Quero Passagem atrai investidores estrangeiros e aposta na Copa para impulsionar operações
Lukasz Gieranczyk, CEO Quero Passagem
Lukasz Gieranczyk, CEO da empresa

Apostando na demanda por serviços de compra online de passagens rodoviárias, a Quero Passagem anunciou nesta terça-feira, dia 25, o início de suas operações no Brasil e a estratégia para 2014. A startupentrou em operação em setembro do ano passado e, em pouco tempo, atraiu a atenção de investidores estrangeiros, que deverão aportar cerca de R$ 1 milhão à medida que a empresa for ganhando envergadura.

“Nosso grande diferencial é a oferta não apenas de bilhetes, mas de serviços associados a boas ferramentas de marketing”, afirma Lukasz Gieranczyk, CEO e co-fundador da Quero Passagem. Em seis meses de atividade, a empresa já comercializa passagens das 30 principais empresas de ônibus do país, as quais cobrem 80% dos trechos em operação, num total de 3 mil destinos.

O portal, disponível em português, inglês e espanhol, acumula 50 mil usuários únicos e 150 mil page views mensais. Além disso, o tíquete médio comercializado hoje é de R$ 200, mas há compras em torno de R$ 2 mil para um grupo de cinco pessoas. “Esse bom desempenho é resultado da facilidade de navegação, alta visibilidade e eficiência do serviço, que permite ao cliente adquirir um bilhete em cinco minutos”, ressalta. O pagamento é outro diferencial. O site aceita compras com cartões de crédito nacional e internacional, sem a exigência de CPF para estrangeiros, além de boletos bancários com 5% de desconto.

Para garantir visibilidade, a Quero Passagem adota o marketing inteligente online, apostando em mecanismos de posicionamento no Google com nada menos do que 16 mil palavras-chave. “Assim, esperamos fechar o ano com 500 mil usuários únicos e, até junho de 2015, alcançar 1 milhão”, declara Gieranczyk.

O próximo passo será despertar a atenção das agências de viagem e da rede hoteleira. Para tanto, a empresacriou um mecanismo de afiliação, pelo qual os parceiros colocam a oferta de passagens no próprio site, comlink direto para a startup. Sobre cada bilhete vendido, ganham uma comissão. “Em 15 dias já somamos dez hotéis e cinco agências parceiras, entre os quais a Via Régia Turismo e o Hostel Brasil Butique. Temos ainda parcerias com sites de ônibus, como onibuspassagens.com.br e autoaviacoes.com.br”, revela.

De olho na Copa

Atenta às oportunidades da Copa 2014, a Quero Passagem está fechando acordos com as federações de futebol da Inglaterra, Portugal e Espanha. A ideia é comercializar bilhetes com antecedência para os visitantes que desejem circular ao redor das cidades-sedes em viagens de menos de seis horas de duração. No período dos jogos, a expectativa é que 50% das vendas sejam destinados a passageiros oriundos do Exterior. Ao longo do ano, a média deve ser de 20% de estrangeiros e 80% de brasileiros.

Gieranczyk adianta ainda que está preparando uma série de vídeos a ser lançados antes da competição, sobre viagens de ônibus pelo Brasil, abordando temas como segurança, conforto, documentação, além de um glossário em inglês e espanhol para facilitar a vida dos estrangeiros. “Disposição é o que não falta. Afinal, nosso objetivo é transformar a Quero Passagem no maior buscador de passagens rodoviárias do Brasil”, finaliza.

 



Postado por Angela Karam - 12:13 às 26/03/2014





Leia mais sobre Turismo e Mercado